02 agosto 2012

Da culpa

Não gosto de multas. Quem segue o blog já sabe do meu historial de multas, consequência da minha incapacidade de andar devagar. Até aqui nada de novo. Mas, finalmente, encontrei a peça que faltava para o puzzle fazer sentido. No outro dia, o meu namorado conduzia o meu carro, enquanto ouvíamos Rammstein bem alto. Então ele disse 'Agora percebo porque nunca andas devagar'. E fez-se luz! O problema não sou eu, és tu (sempre quis dizer isto). És tu, música dos Rammstein do demo, que me fazes andar sempre com o pé no acelerador e apanhar multas infinitas. Para vocês verem com eu tenho mesmo um problema, se a polícia me mandasse parar, do nada, e dissesse que eu tinha de pagar uma multa de 300€, eu rapidamente sacava da carteira e dizia 'Sim, senhor guarda, é para já', porque me sinto permanentemente culpada e em transgressão. Depois de perceber a causa do problema, encontrei a solução: vou começar a ouvir Radiohead. Tenho a certeza que depois de uma semana a ouvir a música deprimente dos Radiohead todos os dias me transformarei numa daquelas pessoas que anda a 30 km/h nas localidades e a 80 na auto-estrada, sempre a fazer fila. Mas sem multas.

2 comentários:

O d’O Metro Quadrado disse...

“You can't possibly hear the last movement of Beethoven's Seventh and go slow.” :-)

Ela disse...

Radiohead tem que se diga. Tem pra ali muita música psicadélica que pode eventualmente dar para abanar a cabeça feito gente demente....eu faço isso. Não te aconselho a ouvir Sistem of a Down então.lol Eu com esses malucos dou lhe forte no pedal. Concordo com o d'O Metro Quadrado. Beethoven deve ser seguro, ou chopin. Ou mais moderno, uma Adelle ou assim. A antena 1 também me parece segura.

utilizadores online