13 março 2012

Da velocidade

Não gosto de andar devagar na estrada. É uma impossibilidade para mim. Eu sei que é perigoso, eu sei que é inconsciente, eu sei que é irresponsável e tudo mais. Mas não consigo. Nos últimos anos, no início do ano, naquela tanga das resoluções, tenho sempre dito que vou ser mais cuidadosa na estrada, que não me vou enervar tanto e andar devagar. Mas, como todas as resoluções, isso dura duas semanas. Irritam-me pessoas que andam a 30 km/h numa estrada com limite de 50. Pessoas na auto-estrada a 80 km/h são bombas, prestes a explodir. Ninguém anda na auto-estrada a 80, por favor. Já tenho duas multas por velocidade e não faltará muito para ficar sem carta. Um mês agora; com mais duas ou três multas para sempre. Se calhar era isso que devia acontecer. Isso ou comprar um carro daqueles dos velhinhos, que não é preciso carta e que não anda a mais que 80 km/h. Assim não havia hipótese de exceder nenhum limite.

6 comentários:

Quel* disse...

Eu sou exactamente o contrário. Quando vou sozinha, vou sempre devagar. Nunca a menos de 40, mas é raro passar dos 60. Se for na nacional ou na auto-estrada é óbvio que não vou ali a empatar, mas gosto muito de conduzir lá na minha zona devagarinho. E se for a noite então, adoro mesmo. Sozinha na estrada, com a minha musiquinha e a cantar ;) Pancas xD

Gostos não se discutem disse...

Já há uns controladores de velocidade que certos carros têm (a minha boss tem exactamente o mesmo problema que tu)

Maat disse...

@Quel*: eu também não ando SEMPRE por aí a dar gás, feita maluca. também há vezes em que gosto de andar devagar, ir ali na minha vida, com calma. mas sempre sem ser empata, porque isso irrita-me.

@Gostos não se discutem: mencionasre isso da tua boss, o que levanta outra questão. ela tem carro da empresa ou é dela? é que se for carro da empresa, ela está sempre safa, como as pessoas da minha empresa. manda pra lá uma cartinha a dizer que não conseguiram identificar o condutor e está feito. paga multa na mesma, claro (a empresa proprietária da viatura), mas não fica sem carta nunca.

Peixe Azul disse...

O que é engraçado é que se fala tanto da suposta irresponsabilidade e falta de consciência de quem excede os limites, mas nunca ninguém comenta o perigo que são aquelas pessoas que, como bem referiste, andam a 80 (ou menos!) na auto-estrada, muitas vezes até na segunda faixa, impedindo os restantes de os ultrapassar sem cometer nenhuma infracção. Se isto não é também irresponsabilidade nem falta de consciência, não sei o que será. E a esses ninguém os multa...

Gostos não se discutem disse...

Desconfio que seja carro da empresa... mas tendo em conta que ela a pagou multa, ou foi apanhada na hora ou a empresa identificou-a.
E como depois disso colocou lá o tal mecanismo para lhe limitar a velocidade, vai na volta o carro é dela mesmo.

VdeAlmeida disse...

Já somos 2. Mas por sorte, ainda nunca apanhei uma multa por excesso de velocidade e tenho carta desde as calendas.

utilizadores online