06 julho 2011

Da injustiça

Não gosto quando alguém tem um exame e reprova e depois diz que o professor é que não gosta dele/a. Um caso típico, na escolinha, na faculdade, em qualquer sítio onde haja um professor e um aluno. É normal ouvirmos alguém dizer que não passou a certa disciplina, ou reprovou no exame, porque o professor não gosta dessa pessoa, ou mais vulgarmente 'a pegou de ponta'. Isto tira-me um bocado do sério. Isto é não ter responsabilidade suficiente para arcar com o próprio insucesso, é não admitir que não se sabia o suficiente para passar. Não tentem fazer os professores passarem por papões, que não gostam dos alunos e vão reprová-los só para lhes estragar a vida. Até acredito que isto possa acontecer uma ou outra vez, vá, mas não é assim tão comum como se ouve. Segundo se ouve, todos os professores são pessoas más e rancorosas, que depois se vingam nos alunos, reprovando-os constantemente na sua cadeira. Eu também não passei a algumas cadeiras à primeira vez, mas nunca caí no erro de dizer que o professor é que não gostava de mim; não passei porque não merecia passar na altura, porque de facto não sabia. Aliás, a única cadeira que eu achava que a professora não era muito simpática comigo (nem com ninguém no geral, diga-se), acabei por ter 16, por isso essa teoria comigo não resulta. Vocês não passam porque não sabem o suficiente, porque não estudaram o que deviam, e não porque o professor não gosta da maneira como andam ou como se riem ou como escrevem.

4 comentários:

Espiral disse...

Pneso exactamente da mesma maneira. lol.

Não vi tal coisa acontecer: por embirrar não passar.

Se a pessoa sabe não há hipótese. Mas enfim...

NeuzaKC disse...

Eu não passei a um exame este semestre porque não assinei o meu nome completo. True story. :D

Mas claro que não faço azo dessa desculpa. Até porque metade dos profs não sabem o meu nome, por isso é impossível terem alguma relação comigo, seja de gostar ou desgostar.

aqui mesmo disse...

Isso acontece sim. A mim aconteceu-me numa apresentação oral. O trabalho era de grupo, mas eu faltei no dia da apresentação por estar doente, e apresentei atestado e tudo. O trabalho era dividido em partes, e as minhas colegas apresentaram a parte delas. Mandei um mail a professora nesse mesmo dia e a resposta que tive foi que na próxima aula faria um teste sobre a minha parte do trabalho. Na aula seguinte, não só tive que apresentar a minha parte, como também a parte que as minhas colegas já tinham apresentado (e sobre a qual não tinha estudado como é óbvio). A professora esmiuçou todos os assuntos até não poder mais e no final, o comentário foi: "Notoriamente, não estava preparada para a apresentação. Vai ter 7."
Por isso não me venham com teorias que os professores não fazem de propósito, porque isso acontece sim. E ás vezes não é pela pessoa em questão, mas simplesmente porque estão num mau dia.

Aflito disse...

Ou porque são umas bestas...

utilizadores online