12 janeiro 2012

Da volatilidade

Não gosto de pessoas que não gostam e não comem bacalhau o ano todo, mas depois no Natal já comem e até lhes sabe muito bem. Isto é parvo. Ou gostam ou não gostam. Não há cá isso de não gostar num dia, no dia seguinte já gostar e depois não gostar de novo. São pessoas troca-tintas, que têm de ser mais assertivas e decidir se querem gostar ou não de bacalhau. O ano inteiro. Para sempre.

6 comentários:

Isabel disse...

Não é com bacalhau, mas eu conheço pessoas assim.

Quel* disse...

Isso é pura e simplesmente manias que as pessoas metem na cabeça. Se não gostassem nao comiam nunca. Se comem no Natal é porque gostam. Pode não ser o prato favorito, mas gostam. Enfim, vá-se lá perceber certos cérebros(ou a falta dele)

stantans disse...

eu por acaso só como sardinhas no são joão, mas não é por não gostar, simplesmente não é o meu prato preferido e não tenho por hábito cozinhar :) além disso tem muitas espinhas!

Bcool973 disse...

eu prefiro postas de bacalhau a postas de pescada :)

Pusinko disse...

Bacalhau. O ano todo. cru. Cozinhado, de qualquer forma.
Também não gosto quando só se come-e-diz-que-gosta pelo Natal.

Anónimo disse...

Eu gosto de bacalhau mas não o como porque é uma espécie ameaçada. E sim, como meia dúzia de vezes por ano incluíndo o período do Natal.

Only a Sith deals in absolute.

utilizadores online