22 julho 2011

Da memória

Não gosto que as pessoas que não vejo há muito tempo marquem jantares. Isso agora desde que as pessoas se encontraram todas no Facebook está na moda. Ah e tal, vamos fazer um jantar com as pessoas da escola secundária, que já não vemos há anos. Queridos, se nós fossemos assim tão amigos, provavelmente não teríamos perdido o contacto, certo? Não me interessa muito ver pessoas com as quais já não tenho qualquer tipo de afinidade. Porque aquelas pessoas com as quais eu me dava realmente bem e com as quais acabei por perder contacto, não vou esperar por estes super jantares para falar com elas, vou combinar qualquer coisa assim que as encontro. E a pressão: 'ai tens de vir ao jantar', 'ai de ti se faltas'... Odeio quem tem estas ideias. E odeio ter de arranjar desculpas para não ir.

3 comentários:

TheWriter disse...

Somos duas. Apesar de andar agora no Secundário, tenho colegas que só estiveram na minha turma 1 ano, e agora querem fazer parte dos planos dos meus melhores amigos.
Isso também detesto, penetras.

Pusinko disse...

Eu tenho alguns desse jantares em ritmo anual, mas adaptados para as pessoas que quero mesmo ver.. acaba por ser jantar de "grupo" do secundário do que reencontros de malta que nunca mais vi.

'ai de ti se faltas' só respondo, "Pois é, ai de mim, que não vou mesmo"

NeuzaKC disse...

Eu geralmente digo mesmo que não vou porque não quero. Tentaram fazer isso o ano passado com pessoal do secundário, e toda a gente disse que sim, que ia e tal... Só apareceram quatro pessoas de vinte e seis. Eu disse logo que não ia, que queria deixar essas pessoas para trás; nunca me fizeram falta e não tenho desejo nenhum de as ver.

utilizadores online