07 junho 2011

Do fingimento

Não gosto de manicure francesa. Não sei como pode alguém gostar daquilo. Não entendo bem a piada da tira branca, a fingir que é unha comprida. Eu sempre tive unhas muito fortes e que crescem (demasiado) rápido, por isso odeio unhas grandes e uso-as bem curtas. Odeio unhas descontroladamente grandes, que nem dão para escrever no teclado ou no meu telemóvel qwerty. Por isso, ver pessoas com unhas supostamente grandes, assim a imitar garras, parece-me a maior parolice de todos os tempos. Felizmente que esta moda já não se vê tanto por aí, mas por amor de Deus, tenham bom gosto...

(inspirado neste post da Feiticeira)

2 comentários:

aloe vera disse...

também não gosto. nem de unhas compridas, e também uso as minhas bem rentes.
e ainda a propósito da manicure francesa, há quem a use nas unhas dos pés... nem sei se me dá vontade de rir ou de ir ali vomitar.

Isabel disse...

Também não gosto de unhas demasiado grandes, mas a gosto muito da manicura francesa, pelos simples facto de dar um ar lavadinho e arranjado. E é muito discreta.

utilizadores online