09 novembro 2012

Das saídas II

Não gosto de jantares de mulheres. As mulheres, especialmente as que não têm muito por hábito sair à noite, de vez em quando lembram-se daquela parvoeira chamada 'jantares de gajas'. Elas costumam safar-se com esta desculpa junto dos namorados/maridos no máximo duas noites por ano. Nestes jantares, ao contrário do que as mulheres gostam de fazer crer, não acontece nada especial. O mito está desfeito. São apenas mulheres juntas, overdressed, que vão jantar e eventualmente tomar um copo. Não fazem nada que não pudessem fazer na companhia de homens. A única coisa que acontece em demasia e durante o jantar todo é o histerismo. O espírito da diversão parece que as (nos) possui e é vê-las aos berrinhos, risinhos, gritinhos e saltinhos. Confesso que não é o meu programa preferido, mas quando vou acabo por ser contagiada pela histeria colectiva e entrar no espírito.

7 comentários:

Marina disse...

Haja alguém que pense como eu. Nunca o disse pois até tenho vergonha que me achem tola mas realmente as mulheres juntas fazem-se (não ficam)de histéricas e riem-se por tudo e por nada e se há coisa que detesto numa pessoa é estar sempre a rir, como se falassem a rir.

nemsabesnoquetemetes disse...

Creepy...

O mesmo se passa nos jantares de homens, mas em vez de gritinhos e histeria é mais fanfarronice, gabarolice e muita tanga. Bem melhor, parece-me. lol

stantans disse...

nunca fui a um "jantar de gajas", mas se fosse não acredito que fosse assim. nem eu nem as minhas amigas (ou a maioria, vá) somos pessoas de histerismos, nem juntas nem separadas

Quel* disse...

Por muito que achemos tudo aquilo um histerismo exagerado, é difícil ficar indiferente.

Lulu disse...

Só fui a um "jantar de gajas" uma vez...jurei para nunca mais!. Tinha acabado de chegar a um emprego novo (10 mulheres a trabalharem em open space), era novinha e fui ao engano...Nunca mais fui a um "jantar de gajas" e pedi transferência paa um local com manos estrogénio.

Lulu disse...

Só fui a um "jantar de gajas" uma vez...jurei para nunca mais!. Tinha acabado de chegar a um emprego novo (10 mulheres a trabalharem em open space), era novinha e fui ao engano...Nunca mais fui a um "jantar de gajas" e pedi transferência paa um local com manos estrogénio.

Lulu disse...

Só fui a um "jantar de gajas" uma vez...jurei para nunca mais!. Tinha acabado de chegar a um emprego novo (10 mulheres a trabalharem em open space), era novinha e fui ao engano...Nunca mais fui a um "jantar de gajas" e pedi transferência paa um local com manos estrogénio.

utilizadores online