09 outubro 2012

Da complexidade

Não gosto de rotundas. Ninguém sabe muito bem as leis do código da estrada nas rotundas. É uma espécie de twilight zone. Basta passar pela rotunda AEP em hora de ponta para se verificar que é uma dimensão diferente e se rege por leis de outro universo. Uns dizem que as rotundas se fazem por fora, outros dizem que agora é por dentro e anda-se assim nesta indecisão. Enquanto as pessoas não se decidem, os acidentes sucedem-se. Por acaso nunca tive nenhum, mas porque entro nas rotundas sempre com muito cuidado e sempre a pensar que os outros vão fazer tudo de mal. E tenho-me safado. O que eu faço, e tenho feito sempre, é ir por dentro até chegar a minha saída, altura em que vou para a faixa da direita e saio. Mas sei lá eu se ando a fazer merda há anos... Nas aulas de condução, aprendi que se devia fazer sempre por fora, mas isso não tem sentido, porque assim as faixas de dentro seriam inúteis, porque ninguém ia usá-las. Alguém que me diga, com certezas absolutas, como é que se deve andar nas rotundas hoje em dia, de modo a que, se eventualmente tivermos um acidente, não tenhamos de pagar nada a ninguém.

7 comentários:

Ruben disse...

Fazes da maneira correcta, segunda o IMTT (antiga DGV. http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portugues/EnsinoConducao/ManuaisEnsinoConducao/Documents/Fichas/FT_CirculacaoemRotundas.pdf

Mas de qualquer fora, pelo que sei existe uma espécie de acordo entre seguradoras, em que normalmente cada seguro paga 50% dos danos dos terceiros, a não ser que estejas disposta a um longo processo em tribunal.

Maat disse...

aaahhh... ok. então uma notícia boa e uma má. a boa é que tenho andado a fazer as rotundas da forma (mais ou menos) correcta. a má é que se bater, com ou sem razão, vou sempre ficar com 50% de prejuízo no mínimo.
nota mental: ter ainda mais cuidado nas rotundas.

delarocha disse...

Estás a fazer certinho, parabéns. Nem parece vindo de uma mulher...

Never Told Words disse...

Eu faço como tu, também foi assim que me ensinaram nas aulas de condução! Twilight zone deve ser em Lisboa com aquela modernice/esquisitice de terem duas rotundas uma dentro da outra..

Anónimo disse...

Também faço assim com muito cuidadinho, excepto se a minha saída for a primeira, aí vou logo pela faixa de fora.
Quando andava a tirar a carta o meu instrutor regia-se por 'o código diz que devemos andar sempre o mais à direita possível, isso aplica-se também na rotunda' - deve ser o mesmo que as seguradoras pensam (daí o 50-50?)

pedro b disse...

twilight zone total deve ser aquela turbo rotunda que estão a fazer em coimbra, acho eu...

eu também fiz sempre as rotundas assim, excepto nas aulas e exame de condução onde tinha de fazer tudo por fora. resmunguei todas as vezes mas não me valia de nada.

Quel* disse...

Eu tenho a carta há um ano e aprendi assim: Se quiseres sair nas 1ª ou 2ª saída, entras por fora. Se quiseres sair depois dessas entras por dentro e depois de passares a saída antes da pretendida passas para fora. Foi assim que aprendi e foi assim que fiz no exame de condução.

utilizadores online