19 março 2012

Da finalidade

Não gosto da palavra 'enfim'. Não é da palavra em si ou da sonoridade. Há palavras bem piores (por exemplo, qualquer palavra acabada em -ona, que são todas horríveis. Por algum motivo, nunca usei o desodorizante Rexona). Até é agradável ao ouvido, 'enfim' com o final assim nasalado. O que eu não gosto é do seu significado. Antes, do uso que lhe damos. Não consigo explicar bem, mas não gosto do contexto em que normalmente esta palavra é usada. Usamos em frases tipo 'És mesmo uma besta. Enfim...' Como se fosse para significar pena e/ou desprezo. Nunca se usa de acordo com o seu significado original (finalmente, em conclusão), como por exemplo, na frase 'Enfim sós!' E, invariavelmente, vem seguida de reticências. 'Este blog é mesmo estúpido e tu és uma frustrada. Enfim...' Odeio odeio odeio. 'Enfim...' dá-me urticária. Pessoas, parem de usar isso. Enfim significamente finalmente, ok? Usem a palavra como deve ser. Para usarem como usam normalmente, façam como eu e substituam pelo 'whatever...', que ao menos tem mais pinta.

3 comentários:

sofia disse...

Concordo!

Www.levedar.com

Anónimo disse...

Se não conheces mais sinónimos, porque não ceder a um empréstimo do inglês? O nosso dicionário só tem meia dúzia de folhas... well, whatever.

Bcool973 disse...

não sou inglês, o "enfim ..." deve ser o diminutivo de "enfim, faz o que quiseres" só que com a preguiça, os portugueses deixaram cair a última parte, digo eu ...

utilizadores online