26 janeiro 2012

Da protelação

Não gosto de ler livros que não gosto. Eu vou explicar o ciclo: eu acabo de ler um livro, começo a ler um livro novo, esse livro novo não me agrada muito. No entanto, eu não gosto de me dar por vencida e de desistir, e, por mais que não esteja a gostar, penso sempre que tenho de continuar, que mais para a frente o livro pode começar a melhorar... Mas depois, como eu não estou a gostar, acabo por não ler mais e deixar o livro esquecido. Mas como supostamente ainda estou a ler esse, não começo um novo. Então sou capaz de estar assim semanas, sem ler nada. Até ao dia em que, corajosamente, admito que não estou a gostar nada do livro e não o quero continuar a ler. Aí finalmente arrumo-o na prateleira e escolho um novo. Este processo de admitir que não gosto de um livro é muito penoso para mim. Acho que finalmente me sinto em condições de admitir que não gosto do Mário de Carvalho. Depois de três livros (só dou três oportunidades aos escritores) dele em que desisti, bem antes de chegar a meio, acho que é tempo de admitir a realidade. Posso agora dedicar-me ao 'A Viagem do Elefante' sem remorsos.

5 comentários:

Aflito disse...

Conheço namoros assim! :|

Sofia disse...

Assino por baixo, mas eu não dou tantas hipóteses. Duas, vá lá.

djamb disse...

Eu antes tentava ler sempre até ao fim, durasse o tempo que durasse. Acabei por deixar de tentar "massacrar-me" com livros desinteressantes e passar para um que me prenda e com qualidade. Ler só por ler para mim não dá...! :)

Ardnaxela disse...

Quando é assim desisto logo e começo um novo, desculpo-me com um "bem... se calhar sou eu que não estou preparada, neste momento para ler este tipo de livro, mas talvez daqui a uns tempos ele comece a fazer sentido" apesar de até agora não ter voltado a pegar em nenhum desses livros que deixei muito bem arrumadinhos na estante.

Bcool973 disse...

Por vezes tem a ver com os livros em si e não com o autor. Eu por exemplo gostei do evangelho segundo jc, mas até aí tinha desistido sempre dos livros do saramago. Quando estou a ler um livro e páro (mau sinal) e depois volto a ler e leio a mesma coisa, e volto a ler a mesma coisa pela terceira vez então percebo que não é para mim e aí desisto. Não sei onde ia, porque não marco livros com dobras de página ou a lápis como outros fazem, nem uso aqueles separadores manhosos, nunca gostei disso.

utilizadores online