22 setembro 2011

Da qualidade

Não gosto de ter coisas novas que pouco tempo depois se estragam. Fico aborrecida. Então vamos comprar uma carteira, gostamos muito dela, é super gira e tal, andamos com a carteira toda contente e três dias depois uma alça rebenta. É chato. Primeiro, porque é uma coisa nova e, se se estraga logo, se calhar vemos logo que aquilo não presta para nada. Depois porque temos de nos desclocar à loja para trocar. Pior ainda é quando já não há igual e temos de escolher outra ou trazer o dinheiro de volta. Muito pior é quando as coisas se estragam depois do período previsto para troca, normalmente um mês. Aí temos de ir à loja e armar barulho até nos trocarem. É muito aborrecido, porque nos causa transtorno e as empregadas pensam que somos umas cabras, quando nós só queremos resolver a situação. Bah!

1 comentário:

A Flor disse...

É verdade. Com tantas regras da UE para tudo bem que podiam requerer acabamentos decentes nos produtos!

utilizadores online