28 setembro 2011

Da intolerância

Não gosto de perder tempo a fazer coisas que não gosto. Normalmente isto acontece quando estou com um grupo e, por democracia, acabo por ir a sítios que não gosto ou a fazer coisas que não me interessam. Cada vez tenho menos paciência para isto. O tempo livre que tenho para fazer coisas que gosto já é escasso, porquê desperdiçar mais tempo ainda a fazer coisas que não me interessam? Antes limpar casas de banho. Às vezes, torno-me até desagradável com as pessoas, mas a minha paciência tem limites. Não insistam, se eu digo que não quero, é porque não quero. Parem de me aborrecer.

4 comentários:

Rachelet disse...

É um dos males (ou vantagens) da idade. Também já me deixei de fretes. Quem gosta de mim, sabe que tenho mau feitio mas sou boa amiga; quem ficar ofendido, azar, é menos um chato que se perde.

djamb disse...

Estou farta de dizer isso e as pessoas acham que é impaciência e intolerância. Que o seja...! Fretes para quê?

patrícia disse...

Ah, o quanto eu concordo com isto!
Vou seguir *

Andorinha disse...

Eu chamo-lhe complexo do rebanho, e tenho-lhe verdadeiro pó. Mas daqueles que me sobem a mostarda ao nariz em 3 segundos. Amigo não empata amigo é o meu lema há anos!

utilizadores online