27 maio 2011

Da limpeza

Não gosto de guardanapos de pano. Isto é ainda mais verdade se estiver a comer num restaurante. Não gosto do toque, prefiro os de papel, que são mais suaves e limpam melhor. Se estiver fora de casa, acresce a questão da higiene. Eu sei que provavelmente os senhores dos restaurantes lavam aquilo em lixívia para desinfectar bem e a questão da higiene nem se deve pôr, mas faz-me confusão saber que um ser desconhecido andou a limpar ali a boca. Para além disso, com os guardanapos de pano temos de fazer aquela coisa horrível que é pôr o guardanapo a tapar as pernas e eu recuso-me a fazer isso, e acabo por ser a única totó com o guardanapo dobrado em cima da mesa. Sempre que possível peço guardanapos de papel, para não parecer tão mal em termos de etiqueta e porque gosto infinitamente mais.

4 comentários:

Anónimo disse...

E a questão ecologica não a preocupa???

Maat disse...

querido/a, reciclo tudo o que há para reciclar (papel, plástico, vidro, embalagens, pilhas, rolhas, toners), fecho a água quando lavo os dentes, no escritório uso folhas impressas só de um lado como papel de rascunho, deito as lâmpadas, os cds e os electrodomésticos antigos nos sítios apropriados de recolha, deixei de usar sacos plástico, ando sempre com os meus próprios sacos na carteira, por isso penso que por utilizar uns guardanapos de papel de vez em quando não posso ser crucificada.
se calhar quem usa guardanapos de pano e acha que está a fazer uma grande coisa pelo ambiente, sempre que vai ao continente traz 10 sacos de plástico porque 'dão sempre jeito para pôr o lixo' e deita as pilhas no lixo que contaminam o solo, a atmosfera e milhares e milhares litros de água.
por isso não, não me sinto culpada por usar guardanapos de papel. mas acho bem que quem consiga usar os de pano o faça, eu é que não gosto mesmo.

aloe vera disse...

Não estás sozinha no mundo!
Aqui tens mais uma totó com o guardanapo em cima da mesa (moi). Estou-me a cagar para etiquetas, odeio comer com coisas no colo, seja a mala, um casaco ou um simples guardanapo! Mexo-me imenso, e as coisas estão sempre a escorregar e a cair e a atrapalhar-me a vida.
E também me faz confusão saber que alguém limpou ali a boca antes de mim. Eu não acredito que ponham os guardanapos em lixívia, nem que os desinfectem assim tão bem, sabes...
Por isso estou contigo nessa luta dos guardanapos :)

Isabel disse...

Normalmente acabo sempre por andar à procura do meu guardanapo no chão, rola do colo. Sempre!

utilizadores online